140x140

Terapia Ocupacional - Terapia da Mão

A Terapia da Mão é uma especialidade da Terapia Ocupacional que visa a reabilitação funcional do membro superior, para os diversos casos de lesões e traumatismos que envolvam os ossos, músculos, ligamentos, nervos periféricos e articulações. Os profissionais necessitam receber treinamento adicional em anatomia funcional, biomecânica da mão e do membro superior para obterem essa especialização, além de conhecimento científico de procedimentos clínicos e cirúrgicos, cicatrização e cuidados com as feridas, cinesiologia e confecção de órteses (aparelhos auxiliares para posicionamento e/ou proteção).

Tem como objetivo o tratamento da cicatriz para prevenção aderências e queloides, controle da dor, controle do edema, realização de exercícios e atividades para ganho de amplitude de movimento e força, orientação para redução sensorial, a promoção e treino da motricidade fina (habilidade manual) e confecção de órteses.

Na reabilitação manual o Terapeuta Ocupacional tem como meta a recuperação funcional dos movimentos através de exercícios ativos e passivos, treino de atividades da vida diária, criação e confecção de adaptações de objetos e utensílios domésticos, treino para troca de dominância quando necessário, aplicação de bandagens para posicionamento e mobilidade do membro.

A criança ou adulto que, por uma lesão periférica ou de origem central (neurológica) tenha acometido o Membro Superior, possivelmente terá as suas funções manuais comprometidas. Desta forma, o desenvolvimento ou a recuperação das habilidades de pegar, soltar, manipular e executar uma atividade funcional deverá ser avaliada e tratada pelo terapeuta ocupacional.

As patologias mais comuns que causam problemas nos membros superiores são as paralisias cerebrais, a má formação ou anomalias congênitas, amputações, fraturas e lesões por movimentos repetitivos (LER).

Essas doenças causam alteração no desempenho funcional, e comprometem as atividades da vida diária (alimentação, higiene, vestuário), o brincar desde a manipulação do brinquedo até as brincadeiras e jogos, além das atividades profissionais.